Paisagens

+ Black and White

Stop for coffee
1 liter or half
Street
Love... Eliseu
Castelo de Chambord
Lisboa e o Tejo
Árvores
Ballet - Bailado
Portugal profundo
Farm
Portugal profundo
Merenda II
Tempos modernos. Fados antigos.
Revoltado
Verão
Festival
música, riscas e risos
Afincadamente
Merenda
Antiguidades
Raukura - Nova Zelândia
Volksanzgruppe Wagram - Áustria
Bafopaz - Bolívia

Stop for coffee

Stop for coffee in street Coimbra.

1 liter or half

Um litro ou meio... Peças de artesanato em latoaria produzidas em Portugal. ------------------------------------------------------------------------------ Crafts in tin produced in Portugal

Street

O assador de castanhas, momentos de Lisboa. Fotografia de rua.

Love... Eliseu

A mendicidade e o amor pelos animais fazem o contraste entre a moda e as posses de quem a sustenta. Por ruas de Lisboa. ---------------------------------------------------------------------------------------- Begging and love for animals make the contrast between fashion and possessions who sustains. On the streets of Lisbon.

Castelo de Chambord

Chateu de Chambord

Lisboa e o Tejo

Imagens de Lisboa

Árvores

Árvores Parece-me que nunca ninguém há-de Ver poema tão belo como a árvore. Árvore que sua boca não desferra. Do seio doce e liberal da terra. Árvore, sempre de Deus a ver imagem E erguendo em reza os braços de folhagem. Árvore que pode usar, como capelo, Ninhos de papo-ruivo no cabelo; Em cujo peito a neve esteve assente; Que vive com a chuva intimamente. Os tontos, como eu, fazem poesia; Uma árvore, só Deus é que a faria. Joyce Kilmer

Ballet - Bailado

Bailado da primavera

Portugal profundo

Pelo maciço da Gralheira. Pastorícia no alto da serra.

Farm

"As tristezas não foram feitas para os animais, mas para os homens; mas se os homens as sentem muito, tornam-se animais." Miguel de Cervantes

Portugal profundo

Aldeã de Manhouce

Merenda II

Festival Folclore de An - 2011-08-14

Tempos modernos. Fados antigos.

Revoltado

“A revolta clama, ela exige, ela quer que o escândalo termine e que se fixe finalmente aquilo que até então se escrevia sem trégua sobre o mar. Sua preocupação é transformar. Mas transformar é agir, e agir, amanhã, será matar, enquanto ela ainda não sabe se matar é legítimo. Ela engendra justamente as ações cuja legitimação lhe pedimos. É preciso, portanto, que a revolta tire as suas razões de si mesma, já que não consegue tirá-las de mais nada. É preciso que ela consinta em examinar-se para aprender a conduzir-se.” “Na nossa posição diária, a revolta desempenha o nosso papel que o cogito na ordem do pensamento: ela é a primeira evidência. Mas essa evidência tira o indivíduo de sua solidão. Ela é um território comum que fundamenta o primeiro valor dos homens. Eu me revolto, logo existimos.” “Para combater o mal, o revoltado, já que se julga inocente, renuncia ao bem e gera novamente o mal.” Camus http://www.youtube.com/watch?v=6S87-t6FZ28

Verão

O final do dia... O final do Verão...

Festival

IV Festival Internacional DIXIELAND Cantanhede

música, riscas e risos

Dixieland Cantanhede

Afincadamente

Brass Band Rakovník Dixieland Cantanhede

Merenda

http://www.youtube.com/watch?v=SQ3_X7IGFSw

Antiguidades

Raukura - Nova Zelândia

Grupo "Rakura" - Nova Zelândia

Volksanzgruppe Wagram - Áustria

Volksanzgruppe Wagram - Áustria

Bafopaz - Bolívia

Ballet Folclorico de La Paz - Bafopaz